Posted in Uncategorized by Vinícius . on fevereiro 5, 2013

De repente, não mais havia tempo, e pessoas avulsas embriagadas de amor e vinho ocupavam o quarto-sala de estar, cantando hinos de liberdade. Elidiram a sequência tediosa dos segundos impostos e encontraram invólucro de tempo próprio em que acasular-se. Na noite eterna de palavras constiparam-se ao redor de úteros verborrágicos. Beijavam-se como se fim fosse, entrelaçavam-se como se nós, estavam como deveriam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: